Articulista

Eduardo Bergmann Moura

Head of Compliance & Compliance Officer no escritório Pironti Advogados Profissional com quase duas décadas de experiência na aplicação de ferramentas de gestão da ética, na condução de processos de investigação corporativa e na implantação/gestão de diversos Programas de Integridade. Diretor de Integridade do New Instituto de Compliance. Master in Business Administration (MBA) pelo IBMEC/RJ e Bacharel em Direito pela Universidade Tuiuti do Paraná. Atuou como Compliance Officer em companhias de grande porte. Implantou uma série de Programas de Integridade/Compliance em companhias que atuam em diversos segmentos do mercado. Professor em cursos de formação, extensão e pós graduação. Instrutor Homologado da Compliance School para o Método Decipher (metodologia avançada de investigação corporativa). Professor na Escola Superior de Polícia Civil do Estado do Paraná nas matérias compliance anticorrupção e investigações corporativas.

Compliance 4.0: como a nova geração de profissionais vai levar o Compliance para sua nova versão

4 de maio de 2021

Compliance 4.0: como a nova geração de profissionais vai levar o Compliance para sua nova versão

Escrito por

Introdução: Por se tratar de uma ciência comportamental que visa buscar a integridade nas relações humanas, o compliance é uma matéria que sofre muitos reflexos, positivos e negativos, advindos da evolução do ser humano e da forma como este optou ou foi forçado a se relacionar em sociedade. Obviamente o conhecimento técnico e atualizado acerca de aspectos legais e regulatórios …

Compliance Officer, desafios, atribuições e barreiras enfrentadas no dia-a-dia

10 de fevereiro de 2020

Compliance Officer, desafios, atribuições e barreiras enfrentadas no dia-a-dia

Escrito por

Com o advento da operação lava-jato e o aculturamento da nação no sentido de entender a importância social do combate à corrupção, muito tem se falado e escrito sobre Compliance. Eu, particularmente, comecei a operar ferramentas de Compliance há 17 anos, quando essa terminologia sequer fazia parte das conversas no ambiente corporativo. De fato, já utilizávamos algumas ferramentas, apenas não …

Investiações internas: os riscos de uma aplicação despreparada

5 de dezembro de 2019

Investiações internas: os riscos de uma aplicação despreparada

Escrito por

O Compliance, há algum tempo, deixou de ser uma tendência para se tornar uma realidade. A exigência trazida pelo mercado e reforçada pela legislação vem fazendo com que a implantação de Programas de Integridade esteja cada vez mais nas pautas de empresas de todos os portes e segmentos de atuação. Entretanto, o que tem se observado com a crescente demanda relacionada …